12 dicas de SEO para seu site

12 dicas de SEO para seu site

Dizem que se você tiver na segunda página do Google, ninguém nunca te encontrará. E não parece ser uma boa ideia não ser visto no Google, já que o buscador tem mais de 40 mil buscas por segundo, no mundo inteiro. Porém, ao pesquisar o que você precisa no buscador, já reparou a quantidade de páginas que você poderia visitar? Isso mesmo, é uma infinidade delas. Como, então, é possível estar entre os primeiros resultados?

A boa notícia é que isso não é impossível. Para que o Google “escolha” quem estará nos primeiros resultados, ele atribui um ranking, conhecido como PageRank, a cada uma das páginas. Quando alguém busca por algo, o buscador filtra todas as páginas que possuem esse termo e ordena por esse ranking.

Resumidamente: quanto maior o ranking de sua página, mais chances têm de ela aparecer em primeiro lugar nos resultados de busca. Para se posicionar bem nos resultados de busca, é importante que o SEO (Search Engine Optimization) faça parte de sua estratégia de marketing de conteúdo.

O que é SEO?

Você já sabe que SEO é a sigla para Search Engine Optimization. Mas, na real, o que é isso? Em tradução literal, seria Otimização para Motores de Busca. Ou seja, é o conjunto de técnicas com objetivo de aumentar o ranking do site e melhorar o posicionametno nos resultados do Google e outros buscadores.

Com SEO, o site se torna “atrativo” para que os algoritmos do Google o rankeiem de forma positivo. As práticas de SEO se dividem em dois:

SEO on-page: técnicas aplicadas na página, como conteúdo, tempo de carregamento, melhorias no código, entre outros.

SEO off-page: técnicas ligadas a elementos externos à sua página, como a obtenção de links de outros sites apontando para o seu.

Por que SEO é importante?

O SEO é essencial para te ajudar a destacar os seus conteúdos, pois se um grupo de pessoas busca por termos que estão em seu conteúdo, quer dizer que ele tem relevância para esse público! Por exemplo, todos que buscam “receitas vegetarianas” no Google, são parte de um grupo segmentado cuja demanda é saber mais sobre Receitas Vegetarianas.

O SEO te ajuda a canalizar essa demanda para a sua página organicamente, ou seja, sem a necessidade de pagar por campanhas. E por que isso é importante? Porque os primeiros resultados do Google são os que recebem mais cliques! De acordo com pesquisas da área, o primeiro resultado recebe entre 20% e 40% dos cliques, enquanto o quinto resultado fica entre 6% e 9%. Se falamos de uma palavra-chave que possui 100 mil buscas por mês, são 20 a 40 mil visitas mensais para o primeiro colocado e 6 a 9 mil para o quinto colocado. É uma grande diferença!


dicas_de_seo

Dicas de SEO para seu site

Agora que você já sabe o que é SEO e porque ele é importante, mãos à obra! Separamos algumas dicas que te ajudarão em seu dia a dia:

Palavras-chave e conteúdo

O ponto de partida para o planejamento de SEO é saber quais são as palavras-chave relevantes para o seu site. São essas palavras-chave que os usuários buscarão no Google e você deseja que encontrem o seu site. Se o site é sobre produtos para cabelo, por exemplo, palavras como “shampoo”, “condicionador” e “escova de cabelo” poderiam estar presentes, ao pensar em um primeiro momento.

Mas, além das palavras óbvias, é importante pensar na jornada do usuário. Será que quem busca um produto para o cabelo, escreve apenas “shampoo”? Ou palavras-chave como “shampoo para cabelos crespos” e “shampoo para cabelos oleosos” podem ser mais efetivas? Escolhas as palavras que mais façam sentido e comece a criar conteúdo utilizando-as.

Se possível, além de estar no conteúdo da página, a palavra-chave deve estar na URL, título, intertítulo e no texto alternativo de ao menos uma página. Mas, atenção, a repetição contínua de uma palavra-chave pode ser prejudicial.

Palavra-chave no título

O título do artigo é a frase que aparece na aba do navegador ao acessar uma página. O título é uma área “nobre” por ser uma das primeiras coisas que os motores de busca lêem e são a parte clicável da página quando ela aparece nos resultados de busca.

Por isso, a palavra-chave que você está trabalhando deve aparecer no título, de preferência no início.

Palavra-chave nos intertítulos

Os intertítulos são os títulos de cada parte de seu artigo. Eles ajudam o texto a ficar mais escaneável e legível. Ao utilizar a palavra-chave nos intertítulos, a importância daquele termo (ou uma variação dele) é reforçada para o Google. Mas também não exagere, pois os buscadores podem penalizar a sua página – tenha naturalidade e não comprometa a leitura do texto!

Palavra-chave na URL

A URL também é muito importante para o algoritmo do Google. Se a palavra-chave é parte da URL, sua página ganha autoridade em relação à ela. Por exemplo, nesse texto, nossa URL é /08-dicas-de-seo-para-seu-site pois essa é a palavra-chave que queremos mostrar aos motores de busca.

Aposte em variações da palavra-chave

Há alguns anos, sites aproveitavam para rankear uma palavra-chave repetindo-a muuuuitas vezes ao longo do texto. Mas o Google entendeu que um bom texto deve ser escrito com naturalidade. Então, passou a considerar também pequenas variações da palavra-chave. Por exemplo: se o seu objetivo é rankear “acessórios esportivos”, poderia usar palavras como “acessórios para esporte” ou “acessório esportivo” (no singular).

Conteúdo relevante

A base do SEO são conteúdos relevantes e o Google possui diversas maneiras de identificar o que é relevante para um usuário, de acordo com a palavra-chave que ele buscou. Mas, além disso, se o seu conteúdo não for realmente relevante, o visitante não voltará! Ou seja, você gastará tempo produzindo um conteúdo que não vai gerar resultados.

Além disso, um dos critérios usados pelo Google para entender a relevância dos conteúdos é o tamanho do artigo. Não existe um tamanho ideal de textos de blog, mas pesquisas dizem que é essencial ir além das 500 palavras. Para o Google, 500 palavras é o mínimo para responder à pergunta do usuário.

Porém, normalmente os conteúdos que ocupam as dez primeiras posições nos resultados de busca têm mais de 2.000 palavras. Com essa extensão, é possível escrever um artigo bem completo e relevante para os leitores.

Tenha conteúdos originais

Em um primeiro momento, pode parecer tentador simplesmente copiar o conteúdo de outro site, não é? Mas os buscadores não toleram plágio (ainda bem, não é?)! Conteúdos duplicados são penalizados e, muitas vezes, não somente aquela página, mas todo o site pode ser penalizado! 

Meta descriptions

A meta description não é um fator de rankeamento, mas isso não faz dela menos importância. Essa é a descrição que aparece na página de resultados de busca, logo após o título e a URL da página. Ou seja, o usuário que realizou uma busca vai ler esse pequeno texto para decidir se clicará ou não.

Se ela contém a palavra-chave pela qual o usuário buscou, ela ficará em negrito na descrição, chamando mais a atenção do usuário. Seja direto e objetivo e deixa claro o que a pessoa encontrará em seu artigo.

Imagens com textos alternativos

O Google identifica o conteúdo de grande parte das imagens por meio de reconhecimento facial e outros padrões facilmente identificáveis nas imagens. Mas isso não ajuda no SEO. Para otimizar sua página, o que importa é o texto alternativo de cada imagem – ele é como uma palavra-chave da imagem. Além de reforçar o seu conteúdo, ele também ajuda a rankear nos resultados de Pesquisa de Imagens do Google.

Experiência do usuário

O Google também dá importância para a experiência que o usuário terá ao clicar em um resultado de busca e acessar a página de destino. Uma das formas do Google entender essa experiência é a taxa de rejeição. Quando um visitante permanece pouco tempo na página e sai dela sem clicar em nenhum lugar, o Google entende que a experiência foi negativa e o conteúdo não era relevante. Se esse comportamento se repete continuamente, o ranking tende a ser prejudicado.

Ou seja, pensar na experiência do usuário é essencial para aumentar seus pontos e ter uma boa colocação. Não deixe de analisar se o site tem navegação simples, se a fonte tem tamanho confortável, se o site é responsivo, entre outros.


dicas_para_seo

Links externos

Assim como a relevância de seu artigo, os links são ouro para o SEO. Quando sua página recebe links de outros sites, o Google entende esse conteúdo tão relevante que mereceu uma citação! Mas não se desespere, tentando links externos de baixa qualidade. Ter muitos links de sites de reputação duvidosa pode ser ruim.

Portanto, construa um bom relacionamento na web e conquiste citações de qualidade! Para isso, também é importante que você ofereça links de outras fontes confiáveis – essa troca é uma via de mão dupla. Mas tente trocar com diferentes sites, pois o Google pode entender que os links que aparecem sempre em dois sites possam ser falsos, penalizando a página.

Velocidade de carregamento

Outra maneira de medir a experiência do usuário na página de destino é pela velocidade de carregamento. Se a página é lenta, o Google entender que ela prejudica a experiência e, por isso, tende a diminuir seu ranking. Uma forma de testar seu site é usar uma ferramenta do próprio buscado, o PageSpeed.

Pense na experiência mobile

Segundo o relatório Digital in 2017, o tráfego da internet vindo de smartphones já corresponde a 50% do total! Essa é uma realidade cada vez mais urgente para marketing digital, incluindo estratégias de SEO. Além disso, o Google já anunciou que a sua indexação prioriza páginas otimizadas para mobile.

Atualizações constantes

Criar conteúdo com regularidade ajuda em seu posicionamento, pois o Google vê as atualizações como algo bom. Por isso, criar conteúdo informativo, como um blog, é bastante positivo.

Devo contratar uma agência para SEO?

Depois de ler tudo isso você já entendeu que criar um site com bom rankeamento no Google é um trabalho de formiguinha. Porém, não tem uma equipe ou profissional que possa ser realocado para se dedicar a esses conteúdos e otimização técnica de seu site. Nesse caso, o mais indicado é contratar uma empresa de marketing digital.

Empresas como a Claros Apoio contam com pessoas especializadas em diferentes área de marketing de conteúdo que poderão auxiliar em todo o planejamento e execução de ações que te ajudem a se posicionar no digital para que você chegue ao seu resultado!

#marketing #marketingdigital #seo

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Após mais de um ano da pandemia do novo coronavírus, a maior parte das empresas já aprendeu como lidar com o trabalho remoto e o “novo normal”. De acordo com uma pesquisa feita pela Workana, 39,4% das